Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
O CRESCIMENTO DA CONSTRUÇÃO CIVIL.
O CRESCIMENTO DA CONSTRUÇÃO CIVIL.

As primeiras notícias
que se tem da engenharia civil datam de 8000 AC com a construção da cidade de
Jerico, nasceu com as cidades tendo que se proteger dos ataques de outras
tribos, e também com a necessidade de deslocar suas tropas. A engenharia nasceu
para suprir as necessidades militares das cidades como pontes e fortificações,
Galileu e Leonardo da Vinci também trabalharam na engenharia para fortificar
militarmente as cidades.

Mas as primeiras escolas
de engenharia moderna surgiram na França, já nas Américas a primeira escola
surgiu no Brasil, sendo que depois ela foi dividida em duas, uma com seguimento
militar e a outra com seguimento civil.

A década de 70 foi
marcada por um forte crescimento na engenharia civil no Brasil, contudo logo
depois veio um longo período de desaceleração, mas com o surgimento do plano
real e a estabilidade da economia, a construção civil voltou a apresentar
índices de crescimento em cerca de 5% no mercado imobiliário, com a redução das
taxas de juros e a queda no desemprego o Brasil entrou num clima de confiança.

Na Bahia a construção
civil acompanhou o crescimento do setor no país tendo em 2010 um crescimento de
14,6%, a construção civil também é responsável pela queda na taxa de desemprego.

Com o programa minha
casa minha vida em expansão a construção civil vai com certeza aumentar o
numero de vagas de emprego e fazer também com que o profissional de engenharia
civil seja mais reconhecido.

A construção civil na
Bahia tem uma perspectiva de crescimento em 2011 maior que em 2010 e devera
crescer em torno de 8%, maior que a média nacional que tem uma estimativa de 6%.

Com as facilidades de
credito, a baixa na taxa de juros para compra de imóveis e os incentivos do
governo para que todos possam ter o seu imóvel próprio. Com a ajuda da
tecnologia de informação a construção civil pode conduzir o setor a trilhar
novos rumos e criar novas estratégias para melhorar a produtividade e tornar a
competição entre as empresas em serviços melhores para os seus clientes.

Hoje os profissionais
que trabalham na construção civil precisam estar sempre se capacitando e
conhecendo as novas tecnologias que surgem para que possam fazer imóveis com
mais qualidade, menor custo e em um curto espaço de tempo.

A construção civil é
responsável por grande parte do emprego das camadas pobres da população
masculina, e também esta crescendo na população feminina, é também considerada
uma das mais perigosas em todo o mundo, liderando as taxas de acidentes de
trabalho fatais, não-fatais e anos de vida perdidos. A principal causa
ocupacional de morte na construção civil situa-se nos acidentes de trabalho. As
razões apontadas para a ocorrência destes problemas de saúde na construção
civil são o grande número de riscos ocupacionais, como o trabalho em grandes
alturas, o manejo de máquinas, equipamentos e ferramentas cortantes,
instalações elétricas, uso de veículos automotores, problemas de coluna por
causa da elevação de objetos pesados, além de estresse devido à transitoriedade
e a alta rotatividade.

Em Feira de Santana
existem empresas de construção civil que estão no mercado a mais de 20 anos e
crescem a um ritmo acelerado devido ao crescimento da cidade que exige dessas
empresas cada vez mais imóveis bem planejados e com um custo que pode ser
financiado a juros baixos e que cabe na renda dos feirenses.

Na cidade existem
varias empresas de construção civil, mas as maiores são as R. Carvalho, L.
Markezzo e OMR construtoras, todas essas construtoras buscam trabalhar com foco
na qualidade, na eficiência, na honestidade e no profissionalismo. Essas
empresas são responsáveis por muitos empregos, abrindo vagas constantemente para
pessoas interessadas em trabalhar num ramo de crescimento constante.

As construtoras de
Feira de Santana tem um compromisso com a responsabilidade social, buscando
sempre reduzir o impacto das obras no meio ambiente e dando aos seus
funcionários qualidade de vida através de programas, como exemplo o programa de
alfabetização nos canteiros de obras.  

Mesmo com todas as
empresas de construção civil da cidade buscando a otimização da qualidade,
muitas vezes elas não conseguem cumprir seus prazos com os clientes e isto gera
uma serie de insatisfações, muitas construtoras inclusive colocam em contrato
uma clausula em que fica claro que a obra pode atrasar em ate seis meses sem
que o cliente possa reclamar, começando assim já na assinatura do contrato um
mau estar com os clientes.

Esta insatisfação
também ocorre com muitos funcionários que reclamam dos baixos salários e da
precariedade dos locais de trabalho, gerando muitas vezes greves e mais atrasos
de obras.

Outra questão que as
empresas buscam sempre melhorar é o gerenciamento de conflitos que as empresas
tem que conviver todos os dias, pois com o grande numero de funcionários que
essas empresas tem, sempre existem as intrigas, as fofocas, as brigas pelo poder,
e esses conflitos precisam ser bem administrados pelos gestores destas
empresas.

Todo administrador
tem vários papeis nas organizações, mas o gestor da construção civil, assim
como qualquer gestor deve estar preparado para os desafios impostos pelas dinâmicas
do mercado. Gerenciar conflitos é saber lidar com a dinâmica natural da
organização e para crescer é fundamental saber conduzir com eficiência e
eficácia os recursos, sejam eles humanos, financeiros ou de qualquer natureza.

 

Por: Vanessa Soares
 Alex Rios

Enquete
O que você acha do curso de Administração?
Bom!
Regular!
Péssimo!
Ótimo
Ver Resultados




ONLINE
1





Partilhe este Site...