Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!
A NECESSIDADE DE SE APRENDER A EMPREENDER.
A NECESSIDADE DE SE APRENDER A EMPREENDER.

    Empreendedorismo é o movimento de mudança
causado pelo empreendedor, palavra derivado do verbo francês “entrepreneur” que surgiu por volta dos
séculos XVII e XVIII, com o intuito de nomear aquelas pessoas ousadas que
estimulam o progresso econômico, mediante á novas e melhores formas de agir. Sendo
utilizada pelo economista Joseph Schumpeter em 1950 como uma pessoa com
criatividade e capaz de fazer sucesso com inovações. Mais tarde, em 1967 com
Kenneth E. Knight e em 1970 com Peter Drucker foi introduzido o conceito de
risco, uma pessoa empreendedora precisa arriscar em algum negócio. E em 1985
com Gifford Pinchot foi introduzido o conceito de Intra-empreendedor, uma
pessoa empreendedora, mas dentro de uma organização.  

      Atualmente uma das definições mais
aceitas é dada pelo estudioso de empreendedorismo, Robert Hirsch, em seu livro
“Empreendedorismo”. Segundo ele, empreendedorismo “é o processo de criar algo
diferente e com valor, dedicando tempo e os esforços necessários, assumindo os
riscos financeiros, psicológicos e sociais correspondentes e recebendo as
consequentes recompensas da satisfação econômica e pessoal”.  A satisfação econômica é resultado de um
objetivo alcançado, um novo produto ou empresa, por exemplo.

      Para tornar-se um empreendedor, não basta
apenas realizar o sonho de abrir o próprio negócio. O conceito que está por de trás disso, sem
falar nas qualidades que caracterizam um verdadeiro empreendedor, vai além de
um trabalho autônomo.  É logico que ter um sonho é um bom começo,
entretanto saber aonde se quer chegar, ou melhor, a visão deste empreendimento
é de suma importância, mais essencial ainda é manter sobre tudo a realidade no
caminho a ser percorrido até a concretização desse sonho.

    Afinal,
quando não se sabe para onde vai, qualquer caminho a ser percorrido, parecerá o
correto. Então é preciso ter cautela antes de jogar tudo para o alto e seguir
um caminho ao qual não houve um planejamento ou uma meta a ser seguida, pois
existe uma diferença grande entre empreender e empreendimento. Todavia algumas
pessoas começam a empreender para auto – sobrevivência, o que torna isso uma
porta de escape ao desemprego, um efeito em vez de um ato. Sendo o contrario do
empreendimento que é identificar oportunidades, agarrá-las e buscar os recursos
para transforma-las em negocio lucrativo.

      Os empreendedores são visionários, dotados de
ideias realistas e inovadoras, baseados no planejamento de um negócio ou
organização, que intervém no planeja e propõem mudanças. O empreendedor
desenvolve um papel otimista dentro e fora de uma organização, capaz de
enfrentar obstáculos internos e externos, sabendo olhar além das dificuldades,
com foco no melhor resultado.

        Além das características acima
comentadas, o empreendedor tem um perfil de liderança para obter êxito em suas
atividades, como é o grande responsável em colocar em prática as inovações,
métodos e procedimentos que propôs, deverá estimular os envolvidos na
realização das atividades, de forma a alcançar as metas traçadas sabendo que
nada disso poderá ser feito sozinho.

       Muitos empreendedores acreditam que sua
idéia é a melhor do mundo e por isso, sozinha, ela vai se sustentar. Com isso,
não se preocupa tanto com o plano de negócio e acabam sendo prejudicados pela
falta de planejamento.

      A cada ano, milhares de empresas abrem
suas portas para depois fecharem num misto de tristeza e desilusão, sonhos e
projetos e que não saíram do papel por falta de organização e planejamento. O
plano de negócio nada mais é que uma descrição do planejamento da empresa de A
á Z, desde a missão até o balanço dos índices financeiros.  É nesse projeto que ele deve descrever a
missão, objetivos, processo operacional, plano de marketing, plano financeiro e
a analise “SWOT”, para viabilizar seu negócio.

    
A sigla SWOT, vem das iniciais
das palavras inglesas Strenghts (Forças ou Pontos Fortes),
Weaknesses (fraquezas ou Pontos Fracos), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças). Todavia a analise SWOT é uma poderosa ferramenta de
marketing, que constitui em uma analise do ambiente interno de uma empresa
(Forças e Fraquezas) e no ambiente externo (Oportunidades e Ameaças) á mesma.
Sendo estes precisamente os pontos a serem analisados, pois o modelo de
avaliação SWOT consiste da posição competitiva da empresa ou organização no
mercado de atuação.

          O plano de negócios não garante que
uma ideia seja 100% bem sucedida, entretanto, ele certamente diminui, e muito,
as chances do empreendedor ser pego de surpresa por imprevistos que comprometam
seu negócio.

     Um bom plano não garante sucesso, mas
reduz danos. Essa, aliás, deve ser a premissa do empreendedor. Se cercar de
informações para blindar seu negócio.

Por:
Vanessa Passos

Enquete
O que você acha do curso de Administração?
Bom!
Regular!
Péssimo!
Ótimo
Ver Resultados




ONLINE
1





Partilhe este Site...



Crie aqui o seu Site Grátis! Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net